CIRCUITO JUNINO

domingo, 5 de fevereiro de 2017

Guarda vidas atendem mais 500 afogamentos no litoral de Campos e SJB

(Foto: Divulgação)
A Operação Verão do Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro estruturada para atender as praias dos municípios de Campos dos Goytacazes, na praia de Farol de São Thomé, e em São João da Barra, nas praias de Atafona e Grussai, disponibilizou um efetivo de pronto emprego de 50 Guarda Vidas. Estes militares estão preparados para atuação rápida de prevenção e resgate à vítimas de afogamento e já realizaram mais de 1,7 mil ações nas areias em 40 dias, desde o final de dezembro, no período de festas natalinas até o final do mês de janeiro.

Até o momento não foi registrado nenhum caso de óbito nas praias onde os Guarda Vidas do Corpo de Bombeiros estão atuando. Foram atendidas cerca de 236 vítimas de afogamento sem gravidade nas praias de São João da Barra e mais 299 no Farol de São Thomé. Além desse número, entre alertas e orientações aos banhistas, foram realizadas 643 ações desse tipo nas praias de Atafona e Grussaí e outras 539 na praia campista.

As ações realizadas pelos Guarda Vidas com a população envolve tanto resgate de afogados quanto prevenções com orientações, alertas de área de risco, sinalização e atendimento a situações de crianças que se perdem dos pais enquanto se banham no mar. De acordo com o comandante 5º Grupamento de Bombeiros Militar (5ºGBM-Campos), Coronel Kleber Fernandes, responsável pelo efetivo empregado nessa operação, a quantidade de ações pode parecer elevada, quando na verdade demonstra a atuação dos Guarda Vidas nas areias.

“As ações dos Guarda Vidas são de orientar os banhistas quanto aos melhores locais para banho nas parias onde atuam. Quando o banhista não respeita a orientação e acaba se colocando em uma situação de perigo, os militares tem que agir para efetuarem o resgate dessa vítima”, relatou o comandante.

O coordenador da Operação Verão capitão Thomas Dutra, alerta para que os banhistas procurem os postos dos Guarda Vidas e busquem informações antes de entrarem no mar, principalmente aqueles que estão com crianças pequenas ou com pessoas que não sabem nadar. “A prevenção ao acidente é a principal ação que a população deve tomar ao chegar na praia. Os Guarda Vidas estão na areia e são profissionais capacitados a informar sobre todas as condições do mar para que se tenha uma banho seguro”, enfatizou o coordenador.

As solicitações de socorro estão sendo atendidas com um tempo resposta diminuído devido a instalação de posto estrategicamente instalados, visando atender os locais de maior frequência de banhistas. Os militares ainda contam com o apoio de dois veículos 4×4 para ações rápidas nas praias dos dois municípios, um quadriciclo e uma pick-up, e ainda uma moto-aquática (jetsky) de resgate para situações mais extremas.








Fonte: Ascom | Corpo de Bombeiros