quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Câmara quer explicações de Neco sobre atraso do 13º

(Foto: Ralph Braz | Pense Diferente)
A Câmara de São João da Barra protocolou ofício na tarde desta quarta-feira (1) no Gabinete do prefeito Neco (PMDB) cobrando explicações sobre o atraso do pagamento da primeira parcela do décimo terceiro salário. A previsão inicial era que o depósito ocorresse em 17 de junho, mas foi adiado devido a queda de arrecadação. Neco chegou a “garantir” em seu perfil no Facebook que o pagamento seria feito em novembro, o que não ocorreu. Contestada desde segunda-feira (28), a Prefeitura ainda não se manifestou sobre o assunto.

Veja o ofício protocolado pela Câmara:





Fonte: Blog do Arnaldo Neto | Ascom

Vigilância Sanitária apreende 80 kg de alimentos no Mercado Municipal

(Foto: Divulgação)
A Vigilância Sanitária de Campos dos Goytacazes realizou, nessa quarta-feira (30), uma nova fase da operação Mercado Negro com apoio da Polícia Militar. A ação tem o objetivo de averiguar denúncias sobre as más condições higiênicas de estabelecimentos comerciais localizados no Mercado Municipal. Ao todo foram apreendidos para destruição cerca de 80 Kg de alimentos impróprios ao consumo.

Na nova fase da operação foram fiscalizados dois estabelecimentos, um açougue e um comércio de laticínios. Entre as irregularidades encontradas estão: comércio de queijo clandestino – também conhecido como “queijo da roça” - (sem selo de inspeção sanitária), alimentos com prazo de validade vencido, carne armazenada em condições inadequadas (sem proteção e em contato com gelo e paredes do freezer), manipuladores de alimento sem uniforme adequado, entre outras.

Desde o início da Operação Mercado Negro já foram fiscalizados 10 estabelecimentos comerciais de gêneros alimentícios: quatro açougues, uma mercearia, três lanchonetes, um comércio varejista de laticínios e um restaurante. Parte dos estabelecimentos visitados já se encontra aprovado pela Vigilância Sanitária, enquanto outros cumprem Termo de Intimação para adequação nos prazos estabelecidos.

A operação terá continuidade até que sejam apuradas as condições de todos os estabelecimentos localizados no Mercado Municipal que comercializam alimentos, verificando, inclusive, a existência de estabelecimentos sem registro junto à Vigilância Sanitária Municipal. 








Fonte: Folha da Manhã

Transição em SJB: Justiça manda Neco fornecer informações a Carla

(Foto: Ralph Braz | Pense Diferente)
A novela da transição em São João da Barra acaba de ter mais um capítulo. Por decisão judicial, o prefeito Neco (PMDB) tem 48 horas para responder aos questionamentos protocolados pela equipe de transição da prefeita eleita Carla Machado (PP). Na semana passada, a prefeita eleita impetrou um mandado de segurança para ter acesso a informações que, garante ela, estariam sendo negadas pelo atual gestor. Além disso, Carla salienta que o atual prefeito não escolheu, até o momento, os nomes de sua administração que deveriam interagir com a equipe do próximo governo.

O Ministério Público se manifestou pela concessão da liminar e pela “extração de peças e distribuição a uma das Promotorias de Tutela Coletiva do núcleo Campos, para exame de propositura de ação civil pública, com pedido, inclusive, de afastamento cautelar do atual prefeito, no fito de garantir os mais basilares princípios republicanos, dentre os quais a continuidade administrativa, já que o município de São João da Barra não é um feudo pertencente a José, Carla, ou quem quer que seja, mas, sim, uma Instituição, que está muito acima de quem momentaneamente a representa e, para tanto, deveria se portar com a dignidade que tal mandato popular exige, seja para iniciar a gestão, seja para terminar saindo pela porta da frente”.

A liminar foi concedida pelo juiz Paulo Maurício Simão Filho. O magistrado destaca, entre outros pontos, que a negativa ao “acesso às informações solicitadas configura não só falta de espírito republicano e de cuidado com a coisa pública, mas principalmente desprezo a toda população de São João da Barra, que em última medida será a verdadeira prejudicada com a total paralisação do município”.

Carla comenta a decisão em seu perfil do facebook: 

"Devido à irresponsabilidade do atual "gestor" fomos obrigados a buscar e ganhamos na justiça o direito a ter TRANSIÇÃO DE GOVERNO.
Aguardaremos agora as 48h que foi determinada pelo Exmº Juiz para termos as informações imprescindíveis para nos planejar nesses 30 dias antes de iníciar a gestão, já que teremos uma população no mínimo triplicada.
Ao contrário das "novelas" que alguns denominam e que sempre tem um final de feliz, esse governo além das dívidas, deixará a marca da incompetência e má fé. "




Fonte: Blog do Arnaldo Neto | Blog Pense Diferente 

Fred Machado: “Pacientes do HGG estão tomando água da torneira”

(Foto: Ralph Braz | Pense Diferente)
Casa cheia, mas não foi dia de muitas discussões na Câmara de Campos. A sessão desta quarta-feira (30) foi marcada pela homenagem dos parlamentares ao atleta campista Bruno Rangel, atacante da Chapecoense, que morreu no trágico acidente na madrugada dessa terça-feira (29), em Medelín. Já na palavra livre, o vereador Fred Machado (PPS), levantou o caos na saúde do município, principalmente nos hospitais Ferreira Machado (HFM) e Geral de Guarus (HGG).

— Até água está faltando. Pacientes do HGG estão tomando água da torneira — disparou o parlamentar. Fred acrescentou, ainda, que está se mobilizando para doações ao hospital, pelo menos para que tenha água. Ele também declarou apoio aos motoristas de ambulância, que realizaram manifestação nesta quarta. Já o líder da oposição Nildo Cardoso (DEM) cobrou que a Prefeitura realize uma “operação tapa buraco” por todo município.

O blog já mandou questionamento à Prefeitura e à Fundação Municipal de Saúde sobre as declarações de Fred.






Fonte: Blog do Arnaldo Neto

Momentos de Pânico: Assalto a ônibus da Campostur na Avenida 28 de Março

(Foto: Ralph Braz | Pense Diferente)
Passageiros de um ônibus passaram por momentos de pânico durante um assalto na noite desta quarta-feira (30), em Campos. O coletivo da empresa Campostur seguia para São João da Barra, por volta das 22h, quando três bandidos armados entraram pela porta traseira e anunciaram o assalto. O fato ocorreu na Avenida 28 de Março, nas proximidades da Faculdade Estácio de Sá.

De acordo com relatos de vítimas houve muito desespero. Alguns que estavam na parte de trás do ônibus começaram a correr para a parte da frente para tentar sair do coletivo. Já outros saíram pela janela. Uma pessoa, durante a fuga, levou uma coronhada na cabeça. Também houve relato de que uma mulher que estava com um bebê não conseguiu sair do coletivo e não conseguiu fugir. Outra mulher, chegou a desmaiar.

COMUNICADO DA CAMPOSTUR
"A criminalidade está cada vez mais próxima do cidadão de bem. A Sanjoanense Campostur lamenta o ocorrido na noite da última quarta-feira, 30, e informa que está tomando as medidas cabíveis e competentes, com a junção de informações que levem aos criminosos. As imagens captadas pelas câmeras de segurança serão encaminhadas à Polícia a fim de localizar os meliantes. Solicitamos aos usuários que foram vítimas desse episódio, que procurem a 134ª Delegacia de Polícia de Campos e forneçam características que levem aos criminosos. Em caso de dúvidas de como proceder junto à Delegacia, solicitamos que compareçam ao Departamento de Segurança da Sanjoanense Campostur, na sede da empresa, situada na Avenida 28 de Março, 229, Campos."






Fonte: Campos24horas

Avanço do Mar: Moradores e veranistas de Atafona,voltam a protestar contra descaso do poder público

(Foto: Ralph Braz | Pense Diferente)
Vai longe o tempo em que moradores e veranistas da praia de Atafona, em São João da Barra, especialmente os que tinham casas à beira-mar, podiam sentar em frente a elas para contemplar a natureza, a brisa e o mar manso, pronto para o banho. Mas o “paraíso” que era Atafona há anos mudou de paisagem e, por conta desses estragos, se transformou em caso de justiça, já nas mãos do advogado Geraldo Machado. Alguns moradores até acusam os políticos de não estarem fazendo nada para ajudar a controlar essa situação.

Que o digam os veranistas e moradores mais antigos da praia, que se reuniram no último dia 19 de novembro para protestar e chamar a atenção das autoridades competentes para o problema das dunas e avanço do mar. Eles relembraram os velhos tempos. Um tempo em que o mar não avançava sobre avenidas, ruas, prédios e residências. Um tempo em que não existiam as mal faladas dunas (montanhas de areia, formadas pelo vento). Um tempo em tinha-se a certeza que ao entrar no mar somente iriam encontrar peixes e não escombros, escombros e escombros.


Moradores
Durante o ato realizado no dia 19 de novembro deste ano, moradores revelaram como se sentem diante da nova realidade de Atafona.

O médico Luiz Petrucci conta que da varanda de sua casa olhava o mar e agora, o que vê são montanhas de areia, atrapalhando não somente sua visão para o mar, mas também de tomar banho, pescar, entre outros. “E o pior disso tudo, quase me impedindo de entrar em casa. É isso que dói, entristece a gente”, afirma Luiz Petrucci.

– Escolhi Atafona para envelhecer, curtir minha família, um lugar com um clima maravilhoso, onde tem a foz com o Rio Paraíba. Mas estou preocupado, porque vejo que Atafona está morrendo, as dunas estão aumentando e não vejo um político que possa lutar junto ao moradores para não deixá-la morrer – lastima Élvio Aguiar.

Muitos entendem que esse fenômeno do avanço do mar e aparecimento de dunas é natural nas regiões que fazem foz com rio. E chegam a arriscar uma sugestão. “É simples o projeto que vou citar e que já tem em outras praias como Conceição da Barra e Marataízes. Coloca-se um espigão na orla e afasta o mar, levando-o para dentro da praia. O que falta é interesse das autoridades em ver Atafona como patrimônio de São João da Barra. Atafona está perdendo até seu pontal”, acrescenta Luiz Rocha.

As “apaixonadas” por Atafona, Sandra Maria e Irene Silva, também sentem saudades da “velha Atafona”, escolhidas por elas para passarem o resto das suas vidas. Sandra Maria disse que as dunas estão sucumbindo as casas e também criticam os políticos que não fazem nada para ajudar a mudar esse quadro. Irene Silva é outra que acredita que somente um espigão de concreto para resolver essa situação. Para essas e muitas outras pessoas, a luta não vai parar por aí.








Fonte: Campos24horas

Corpo do jogador Bruno será velado na Câmara de Campos

(Foto: Ralph Braz | Pense Diferente)
O corpo do jogador Bruno Rangel, de 34 anos, atacante da Chapecoense, que morreu em um acidente aéreo na Colômbia chegará entre sexta-feira (02) e sábado (03) a Campos. O corpo será conduzido por viaturas do Corpo de Bombeiros em cortejo fúnebre, saindo do Aeroporto Bartolomeu Lisandro até a Câmara Municipal de Vereadores, onde ocorrerá o velório. A família ainda não decidiu onde ocorrerá o sepultamento. As informações são do irmão do jogador, José Paulo.

Antes de vir para Campos, o corpo de Bruno será levado para o velório coletivo que será realizado na Arena Condá, estádio da Chapecoense. O dia e o horário da cerimônia ainda não está definido, já que depende da liberação dos corpos e do transporte ao Brasil. A chegada dos corpos no município do oeste catarinense está prevista para sexta-feira (2).

Hoje à tarde, autoridades estiveram no estádio da Chapecoense para avaliar o espaço físico e planejar o velório coletivo. A cerimônia deverá reunir dezenas de milhares de pessoas que irão se despedir das vítimas, especialmente dos integrantes da delegação do clube alviverde.

À noite, no horário em que estava prevista a partida entre Chapecoense e Atlético Nacional de Medellín, pela final da Copa Sulamericana, haverá uma intensificação da vigília no estádio. O clube espera que os torcedores ocupem as arquibancadas da Arena Condá para homenagear jogadores, dirigentes e comissão técnica que morreram após o acidente aéreo.

Uma homenagem semelhante, organizada pela torcida do time colombiano, também está prevista para acontecer no estádio onde aconteceria o jogo, em Medellín.








Fonte: Campos24horas

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Falta de medicamento para quimioterapia ameaça vida de adolescente

(Foto: Arquivo pessoal)
O adolescente Lucas Manhães Vianna da Silva, de 12 anos, sofre de leucemia linfoide aguda e encontra dificuldade para concluir o ciclo de quimioterapia por falta de medicamento, conforme denunciou a família. Lucas estava internado na Beneficência Portuguesa de Campos e, segundo os familiares, foi mandado de volta para casa pela quinta vez nesta terça-feira (29). Com isso, já são quase 30 dias de interrupção no tratamento. 

De acordo com a tia de Lucas, Anna Manhães, o menino luta contra a leucemia há cinco meses e esta não foi a primeira vez que teria faltado medicamento para conclusão do protocolo da quimioterapia. O menino receber o tratamento na Beneficência Portuguesa e a família aponta a Secretaria Municipal de Saúde pela falta de medicamentos, já que a Beneficência é o hospital de referência no tratamento oncológico infantil em Campos pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

“São vários protocolos de quimioterapia, ele estava fazendo um e não conseguiu completar por conta de uma lesão nas costas que teve. Lucas tratou essa lesão e foi mandado para casa no dia 6 de novembro para descansar e retornar para concluir o protocolo. Só que toda segunda-feira ele retornava à Beneficência, mas não tinha medicamentos, e na última segunda (28) ele internou na esperança de retomar o protocolo e acabamos recebendo a notícia, nesta terça-feira, de que não seria possível. Então, ele vai retornar para casa, mais uma vez, sem ser tratado”, contou a tia, acrescentado que Lucas foi enviado para casa também nos dias 14, 21 e 27 sem concluir o protocolo da quimioterapia. 

Ana ressalta que a família está preocupada com a situação do menino e teme que a doença se agrave neste intervalo forçado no tratamento.

“A gente sabe que o câncer é uma doença agressiva e não espera o repasse de medicamentos. Ele fica correndo risco nesse vaivém. É uma situação de desespero”, disse a tia de Lucas.

Sobre a doença — Leucemia é o câncer das células brancas do sangue (leucócitos), que começa na medula óssea e se espalha para outras partes do corpo, de origem, na maioria das vezes, desconhecida. A leucemia linfoide aguda (LLA) ou leucemia linfoblástica aguda é um câncer dos leucócitos caracterizado pela produção maligna de linfócitos imaturos (linfoblastos) na medula óssea.

Na maioria dos casos, a leucemia linfoide aguda invade o sangue com razoável rapidez e pode se disseminar para outras partes do corpo, como os gânglios linfáticos, fígado, baço, sistema nervoso central (cérebro e medula espinhal) e testículos nos homens.

Sem resposta — Sempre respeitando o princípio do contraditório, a equipe de reportagem do Terceira Via entrou em contato com a Secretaria de Comunicação Social, responsável por emitir notas dos demais órgãos da Prefeitura de Campos, com a Secretaria de Saúde, assim como a Beneficência Portuguesa, mas não obteve resposta até o fechamento desta matéria. Ainda assim, o jornal aguarda e publicará a versão de todos para este fato.







Fonte: Terceira Via

Prefeitura de São João da Barra deve mais de R$ 13 milhões do SJBPrevi

(Foto: Ralph Braz | Pense Diferente)
O Presidente da Câmara de Vereadores de São João da Barra, Aluízio Siqueira (PP), divulgou nesta terça-feira (29) que o Governo Neco está devendo mais de R$ 13 milhões do SJBPrevi. O valor foi obtido junto ao instituto devido a um pedido de informação aprovado na Cãmara na semana passada. 

"Durante a sessão, recebemos um ofício do instituto, informando a dívida do município: R$ 4.139.719, 32 correspondente aos segurados em atividade, inativos e pensionistas e R$8.911.729,34 correspondente à Patronal", disse Aluízio.

Há informações não oficiais de que a dívida que o Governo Neco deixará para a próxima gestão seja entre R$ 170 e R$ 220 milhões. 

Ninguém do Governo Neco se pronunciou a respeito deste assunto.

A prefeita eleita Carçla Machado(PP), publicou em seu perfil na sua página pessoal no Facebook, sua indiguinação quanto a irresponsabilidade do atual gestor do município, Josá Amaro Martins, Neco(PMDB).
"#SóDívidas!!!Prefeitura criou o Caixa Previdenciário Próprio. Prometeu melhorias aos funcionários, mas nem as aposentadorias saíram do papel...Desde a criação o que o governo fez foi não pagar a sua parte e pior, usou o valor dos encargos que é descontado dos funcionários para pagar outras dívidas, o que configura crime de apropriação indébita. Além disso, também utilizou indevidamente o valor recolhido dos empréstimos consignados do funcionário, onde alguns chegaram a ficar com seus nomes negativados."




Fonte: Portal OZK | Blog Pense Diferente

Evento no Museu Imperial marca o aniversário de Dom Pedro II


Amanhã (30), o Museu Imperial sediará evento que comemora o aniversário de Dom Pedro II: a 8ª sessão do Centro de Estudos e Pesquisas Históricas no Palácio Imperial de Petrópolis. Com início às 15h, o evento contará com membros do Instituto de História e Geografia do Brasil (IHGB), do Instituto de História de Petrópolis (IHP), da Família Imperial, autoridades, convidados e interessados. A entrada é franca.

Com o objetivo de reviver a tradição iniciada em 1839, quando as reuniões do IHGB ocorriam na residência oficial do imperador, no Paço de São Cristóvão, uma comitiva formada por pesquisadores do instituto subirá a serra para a 8ª sessão do Centro de Estudos e Pesquisas Históricas no Palácio Imperial de Petrópolis, residência favorita do imperador, e que hoje abriga o Museu Imperial. 

Na ocasião será realizada uma palestra de título “A viagem do Imperador Pedro II ao Espírito Santo” pelo membro do IHGB no Espírito Santo, Getúlio Marcos Pereira Neves. “Nós já temos registros, através do diário do imperador, de como ele viu essa viagem ao estado. Agora vamos ver como o povo capixaba viu a visita de Dom Pedro II”, observou o diretor do museu, Maurício Vicente Ferreira Júnior.





Fonte: Tribuna de Petrópolis

Prefeita encerra intervenção em consórcio de ônibus em Campos

(Foto: Ralph Braz | Pense Diferente)
Edição suplementar do Diário Oficial de hoje trouxe decreto da prefeita Rosinha comunicando o fim da intervenção no consórcio União (UC) – formado pelas empresas São Salvador, Turisguá, Codeiro e Siqueira.





Fonte; Blog Na Curva do Rio

Carla Machado define nome do secretário de Fazenda

(Foto: Ralph Braz | Pense Diferente)
A prefeita eleita de São João da Barra, Carla Machado (PP), já definiu o nome que atuará na Secretaria de Fazenda: é o do contador Alan Barcelos.

No governo anterior de Carla, Alan Barcelos atuou também na área de finanças. Ele é um dos integrantes da equipe de transição.




SJB: prorrogados concursos da Educação e da Saúde

(Foto: Ralph Braz | Pense Diferente)
O prefeito de São João da Barra, José Amaro Martins de Souza, Neco, prorrogou por mais dois anos o prazo de validade dos concursos públicos realizados para as áreas de Educação e de Saúde, tendo como referência a data de homologação, respectivamente sete de março e 10 de junho de 2015.

O novo prazo, publicado no Diário Oficial na última quinta-feira, se estenderá até 7 de março de 2019, para o concurso da Educação, e 10 de junho de 2019, para o concurso da Saúde.







Fonte: Secom

Jogador campista é uma das vitimas do avião da Chapecoense que caiu


O avião que transportava a delegação da Chapecoense para Medellín, na Colômbia, sofreu um acidente na madrugada desta terça-feira (29), informam autoridades colombianas. Segundo autoridades colombianas, há 76 mortos e cinco sobreviventes. O avião da LaMia, matrícula CP2933, decolou de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, com 81 pessoas a bordo: 72 passageiros e 9 tripulantes.

O jogador de futebol Bruno Rangel, de 34 anos, está entre os mortos na tragédia que matou praticamente todo o time de futebol da Chapecoense na madrugada desta terça-feira (29) na Colômbia. Bruno era campista e iniciou a carreira no Goytacaz, clube em que jogou de 2002 até 2004. Depois de dois anos, ele foi transferido para o também time campista Americano, onde atuou em 2005 e 2006.

O jogador foi o maior artilheiro do time de Chapecó. A lista de Bruno Rangel inclui gols no Campeonato Catarinense, Série B, A e também a Sul-Americana, no histórico duelo contra o River Plate. Bolas na rede que marcaram o atacante, que tem uma nova meta: terminar o estadual como artilheiro. Com os tentos sobre o Leão, assumiu a ponta e chegou aos sete, um a mais que Alex Maranhão, Aldair e Isac.

Bruno também passou por outros grandes clubes nacionais como Paysandu, Guarani e Joinvile. Bruno também atuou no Al-Arabi do Catar.






Fonte: Blog Pense Diferente | Wilson Pessanha Rangel Junior | Notícia Urbana

Rosinha volta da "licença"e reúne secretários em Campos

(Foto: Secom | PMCG)
A Prefeita Rosinha Garotinho voltou nesta segunda-feira(28) ao trabalho após três dias de licença para tratar de interesses particulares. Ela se reuniu durante a tarde com os secretários municipais, superintendentes, presidentes de autarquias, em reunião de trabalho, no auditório do Centro Administrativo José Alves de Azevedo. A prefeita abordou temas de gestão e de políticas públicas, em áreas da Saúde, Educação, Esportes, Saneamento, entre outras, além da continuidade dos esforços que têm assegurado conquistas como o pagamento em dia de salários dos servidores municipais. Ressaltou, ainda, as obras em andamento no município e a inauguração nesta sexta-feira (02), da nova sede do Procon. Alguns vereadores e o presidente da Câmara, Edson Batista, também estiveram presentes.

A Prefeita Rosinha destacou a importância de estar encerrando mais um ano com o pagamento dos servidores municipais em dia. “Desde o primeiro dia de nosso governo, em 2009, temos realizado obras e investimentos em várias áreas e, também, mantendo em dia o pagamento de servidores. Isso, mesmo com o cenário atual de crise, que tem afetado o Brasil e o Estado”, declarou a prefeita.

Rosinha ressaltou o pagamento do funcionalismo, iniciado nesta segunda, que segue até quarta-feira (30), conforme estabelecido em calendário divulgado no início do ano. Com o pagamento, estão sendo injetados R$ 80.230.592,96 na economia do município, beneficiando o comércio local.

– Essa regularidade da prefeitura de Campos assegura o aquecimento da economia, respeita os servidores municipais em um ambiente de forte crise em todo o país, em que o governo do Estado do Rio deixa de pagar ou atrasa salários – enfatizou a prefeita, em reunião que contou com a presença do presidente da Câmara, Édson Batista, realçando a importância da interlocução do Executivo com o Legislativo na análise e aprovação de matérias em benefício da população.





Fonte: Secom