vertv

Berenger

sábado, 24 de setembro de 2016

Avanço do mar: Caixa d’água de Atafona é interditada pela Defesa Civil

(Fotos: Ralph Braz | Pense Diferente)
A Defesa Civil de São João da Barra notificou a Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae), sobre a interdição na última quinta-feira (22) da Estação de Tratamento de Água (ETA) de Atafona, localizada, na João Batista de Almeida (mais conhecida como a rua da Caixa d’água). No entanto, o abastecimento está garantido e vem sendo feito a partir de um poço aberto pela empresa, na chegada da praia. Após vistoria, técnicos do órgão municipal constataram que o reservatório desativado corre o risco iminente de desabamento, estabelecido no Código Brasileiro de Desastres.


A estação, construída no final dos anos 60 foi ampliada com o crescimento populacional da praia com novos reservatórios, para dar suporte ao grande número de imóveis que começaram a surgir. Ela se encontra em área de erosão costeira classificada como área de risco muito alto, e vem sendo bastante castigada com as ressacas do mar ao longo dos anos.


O coordenador de Defesa Civil municipal, Felício Valiengo, ressaltou que os responsáveis pelo imóvel terão um prazo de sete dias a contar da data de recebimento do termo de interdição para providenciar a demolição e a retirada dos entulhos. Eles também devem comparecer à Defesa Civil, para apresentação do laudo sobre as ações implementadas.

— O não cumprimento do termo de interdição resultará em pena de ação coercitiva, que consiste em demolição e reparação pelo poder público municipal — explicou.








Fonte: Blog do Arnaldo Neto

Pai é preso acusado de tentar matar o próprio filho de oito meses

(Foto: SF Notícias)
V.F.A., de 41 anos, foi preso na tarde desta sexta-feira (23) acusado de tentar matar o próprio filho, de oito meses. Crime ocorreu no início do mês (02/09) em sua residência, no bairro Jonas de Almeida e Silva, também conhecido como Chatuba, em São Fidélis. Ele cuidava dos filhos enquanto a mulher trabalhava.

Segundo a polícia,V. teria arremessado a criança na cama e ela acabou batendo a cabeça na parte de madeira do móvel, causando um sangramento no nariz. Mesmo com o bebê de apenas oito meses ferido, V. teria saído para beber e ainda impediu que socorressem a criança.

A criança se encontra internada na UTI (unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Ferreira Machado (HFM), diagnosticada com hemorragia intracraniana, infecção, pneumonia e taque cardíaco, e ainda corre o risco de ficar com sequelas.

Ainda segundo a polícia, o acusado já possui passagens por posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito das Forças Armadas, homicídio qualificado e outras sete passagens por maus tratos.

O casal tem ainda mais três filhos, sendo um gêmeo da vítima, outro de sete anos e um de dois anos.

Acusado foi transferido para a Casa de Custódia, em Campos. O caso foi registrado na 141ª DP da cidade.






Fonte: São Fidélis Notícias

Acidente entre dois carros em frente ao Ferreira Machado

(Foto: Divulgação)
Um acidente envolvendo dois carros de passeio foi registrado na tarde deste sábado (24) na subida da ponte General Dutra, em frente ao Hospital Ferreira Machado (HFM).

Os veículos envolvidos foram um Celta preto e um Gol branco. Não há informações de feridos.

A Guarda Municipal e uma equipe da Autopista Fluminense estiveram no local.

As causas do acidente não foram divulgadas.







Fonte: Campos24horas

QUISSAMÃ: Fátima Pacheco condenada a retirar pesquisa irregular imediatamente das redes sociais

(Foto: Ralph Braz | Pense Diferente)
A candidata a prefeita de Quissamã, a ex-petista Fátima Pacheco (PTN) foi condenada a retirar imediatamente das redes sociais uma pesquisa irregular realizada pelo Instituto R. M. Mariath, que é acusado de várias fraudes eleitorais pelo estado. A pena por descumprimento é de R$ 15 mil por dia. A decisão foi proferida pela juíza Márcia Regina Sales Souza, que considerou haver indícios de crime. Por isso, o caso foi encaminhado para o Ministério Público. 

Em casos semelhantes, crimes deste porte podem levar inclusive à cassação do registro de candidatura. Esta não é a primeira decisão contra a pesquisa irregular divulgada em Quissamã. A juíza já havia determinado ao jornal O Dia a retirada imediata da notícia da pesquisa em seu site, além de proferir a busca e apreensão de todos os exemplares do jornal. 


O jornal foi condenado a pagar uma multa de R$ 10 mil e a retirar imediatamente a notícia do ar. A R.M. Mariath pertence ao ex-subsecretário de Comunicação de Silva Jardim, Ricardo Machado Mariaht, tem sede em Nova Friburgo, porém a pesquisa foi divulgada em nome da empresa Virtú Consultoria, que funciona Recife. Um dos fatos que mais gerou suspeita na pesquisa é que R.M. Mariaht tem endereço no mesmo local onde funciona a sede do partido PEN (Partido Ecológico Nacional) que em Quissamã apoia a candidata Fátima. 

Várias pesquisas realizadas pela R.M. Mariaht, e publicadas pelo jornal O Dia, na cidade de Silva Jardim também foram proibidas de serem veiculadas por apresentarem indícios de fraudes. A irregularidade na divulgação de pesquisas eleitorais sujeita qualquer cidadão a multas que podem chegar até R$ 100 mil. Qualquer usuário de rede social que reproduzir a irregularidade poderá ser penalizado judicialmente.








Fonte: Blog Pense Diferente

Mudança polêmica no WhatsApp deixa usuários insatisfeitos


Muitos usuários do WhatsApp manifestaram insatisfação com a nova política de uso do mensageiro, que compartilhará seus dados com o Facebook a partir do próximo dia 25 de setembro. É o que mostra a pesquisa publicada pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), divulgada nesta quinta-feira (22), com base em uma enquete online com 2.463 pessoas, entre os dias 8 e 21 de setembro. 

Desse total, 63,5% acreditam que os termos de uso do WhatsApp são injustos, pois, inicialmente, alegavam "proteger a privacidade" e não há a opção de escolher quais dados serão compartilhados com o Facebook. Os usuários que não estiverem satisfeitos devem manifestar interesse em não realizar a troca de informações até o próximo sábado (24).

O estudo também mostra a desconfiança de quase metade dos usuários em relação à criptografia de ponta-a-ponta. Nele, 48% das pessoas que responderam à enquete acreditam que o conteúdo de suas conversas será compartilhado com outras empresas.

Ao que indica a pesquisa, a maior preocupação de quem usa o WhatsApp é saber como suas informações serão coletadas e se o Facebook terá acesso às conversas do aplicativo de mensagens. Segundo o órgão de defesa ao consumidor, os novos termos de uso não são didáticos e transparentes, e por isso ferem o Marco Civil da Internet.

O Idec defende ainda a abertura de um inquérito por parte do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor e do Ministério Público Federal para avaliar se há delito contra os consumidores. A proposta tem base no Código de Defesa do Consumidor e o Marco Civil da Internet, que deve verificar a mudança dos termos do uso do WhatsApp e a quebra de expectativa legítima do consumidor.







Fonte: G1

Patati Patatá neste final de semana em Campos


A dupla Patati Patatá está em Campos para apresentar mais um espetáculo. Dessa vez, o local será no Circo Robatiny, que fica no estacionamento do Boulevard Shopping. As apresentações dos palhaços acontecerão nesta sexta-feira (23), no sábado (24) e no domingo (25).

Os artistas estão participando do espetáculo “A Vida é Bela”, dirigida por Rinaldi Faria. Esse show traz um mix das novas músicas como o “Ronco do vovô”, “Vem bambolear”, “O mestre mandou”, “A vida é bela”, “Tudo o que eu preciso”, “A, E, I, O, U”, “Amigos para Sempre”, entre outras.

Os ingressões estão custando a partir de R$ 15,00 e podem ser adquiridos no local do evento. Nesta sexta-feira, a apresentação começa às 20h30. Já no sábado e no domingo, serão três sessões: os horários de início são 16h, 18h e 20h30.








Fonte: Notícia Urbana

PRE/RJ quer garantir direitos de eleitores com deficiência

(Foto: TRE | SC)
A Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) no Rio de Janeiro orientou aos 249 promotores em atuação nestas eleições nos municípios fluminenses a cobrarem a acessibilidade dos locais de votação e suas urnas eletrônicas. A iniciativa pioneira em nível nacional, que a Procuradoria Geral Eleitoral quer reproduzir nos demais estados, persegue a igualdade de direitos e oportunidades das pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida, como prevê a Constituição, que incorpora a Convenção da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, e a Lei Brasileira de Inclusão (13.146/2015), que assegura à pessoa com deficiência direitos como à participação na vida pública e política.

No documento aos promotores, o procurador regional eleitoral Sidney Madruga os orienta a fazer as diligências necessárias para duas garantias: à acessibilidade nos locais de votação e à autorização para uma pessoa escolhida pelo eleitor com deficiência a auxilie na votação. Por orientação da PRE, o Ministério Público Eleitoral fluminense fiscalizará o cumprimento integral da norma do Tribunal Superior Eleitoral sobre o programa de acessibilidade da Justiça Eleitoral (Resolução 23.381/2012).

Os promotores foram ainda instados a registrar eventuais queixas de cidadãos após a votação quanto ao descumprimento das normas contidas na Convenção da ONU e na Lei Brasileira de Inclusão. Os casos de dificuldade de acesso a locais de votação e urnas eletrônicas por pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida deverão ser enfrentados por providências, extrajudiciais ou judiciais, e ser comunicados à PRE/RJ.

“Para nós do Ministério Público Eleitoral é um dever garantir o direito das pessoas com deficiencia em todos os níveis. Por isso, há que se atentar para a plena acessibilidade nos locais de votação e as urnas eletrônicas", afirma o procurador regional eleitoral.








Fonte: Terceira Via

Carla Machado visita Complexo Portuário do Açu

(Foto: Divulgação)
A candidata a prefeita de São João da Barra, Carla Machado(PP), visitou as instalações da Brasil Port Logística no dia (23) OffShore, no Complexo Portuário do Açu.

A BPort tem como principal atividade as operações em terminais. Com o novo terminal no Porto, que servirá de base de apoio para a indústria de óleo e gás, especialmente na exploração do pré-sal, serão gerados 25 mil novos empregos diretos e indiretos em nossa região.
"Nós aproveitamos a oportunidade para cumprimentar parte dos nossos amigos que lá desempenham suas atividades e agradecer pelo carinho que temos recebido durante a nossa caminhada. Queremos garantir que o sanjoanense tenha o seu posto de trabalho 'em casa', como deve ser, investindo na qualificação profissional e firmando parcerias com as empresas instaladas no Porto do Açu."





Fonte: Canal SJB 

Asilo do Carmo promove feijoada beneficente neste domingo


O Asilo do Carmo fará uma feijoada beneficente amanhã (25). O evento é para arrecadar dinheiro e conseguir arcar com as despesas da instituição que passa por dificuldade financeira, pois está há meses sem receber a verba da Prefeitura de Campos. No local são atendidos 61 idosos.

Os interessados em ajudar podem comprar o convite por R$ 15 na secretaria do asilo. O Asilo Nossa Senhora do Carmo fica na Avenida 28 de março, no Parque Tarcísio Miranda, e todos os dias está aberto para visitação, das 14h às 16h.

“Qualquer pessoa pode participar da nossa feijoada. O importante é vir bastante gente para ajudar o asilo. Nós dependemos de doações de qualquer tipo”, disse a secretária da instituição Eleonora Gonçalves.








Fonte: Terceira Via

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Debate na TV Record reúne candidatos à Prefeitura de Campos neste domingo(25)


A TV Record/Campos anunciou para o próximo domingo (25), ao vivo, o debate entre os candidatos a prefeito nestas eleições de outubro, a partir de 22h45.

O debate tem duração de 2h30, dividido em quatro blocos. O primeiro e o terceiro blocos serão de confronto direto entre os candidatos com tema livre.

O segundo bloco também será de confronto direto entre os candidatos, mas com tema definido por sorteio para cada pergunta. Já o último bloco será reservado para as considerações finais dos candidatos.

Os candidatos são Doutor Chicão (PR), Caio Viana (PDT), Nildo Cardoso (DEM), Rafael Diniz (PPS), Geraldo Pudim (PMDB) e Rogério Matoso (PPL). A mediação do debate será da jornalista Adriana Araújo.

Na capital fluminense, o debate contará com a presença de Alessandro Molon (Rede), Carlos Osório (PSDB), Flávio Bolsonaro (PSC), Indio da Costa (PSD), Jandira Feghali (PCdoB), Marcelo Crivellla (PRB), Marcelo Freixo (PSOL) e Pedro Paulo (PMDB). A mediadora será a jornalista Janine Borba.

Outro debate entre os seis candidatos à prefeitura está previsto para a próxima terça-feira (27), promovido pelo Instituto Federal Fluminense e outras instituições de ensino superior de Campos, no Centro de Convenções da Uenf (Universidade Estadual do Norte Fluminense).







Fonte: campos 24horas | Record

Justiça multa O Dia por pesquisa irregular realizada em Quissamã e ação contra Fátima Pacheco

(Foto: Ralph Braz | Pense Diferente)
O jornal O Dia foi condenado a retirar de seu site a notícia sobre uma pesquisa eleitoral realizada em Quissamã, considerada irregular pela Justiça Eleitoral. O jornal também foi condenado a pagar uma multa de R$ 10 mil. A juíza Márcia Regina Sales Souza também já havia determinado busca e apreensão dos exemplares do jornal. As irregularidades começaram porque a pesquisa foi registrada em nome da empresa R.M. Mariath Serviços de Propaganda e Marketing, com sede em Nova Friburgo, porém foi divulgada em nome da empresa Virtú Consultoria, que funciona Recife. A R.M. Mariath já responde a vários processos por suspeitas de fraudes em pesquisas eleitorais. 

Ela pertence ao ex-subsecretário de Comunicação de Silva Jardim, Ricardo Machado Mariaht. Reconhecendo as irregularidades, a juíza determinou a retirada imediata da notícia no site do jornal e a busca e apreensão dos exemplares. 

Além do jornal e do Instituto, também é representada na ação a candidata Fátima Pacheco (PTN). Outro fato que gerou suspeitas foi o de que a empresa R.M. Mariaht tem endereço no mesmo local onde funciona a sede do partido PEN (Partido Ecológico Nacional) que, coincidentemente, em Quissamã apoia a candidata Fátima. Várias pesquisas realizadas pela R.M. Mariaht, e publicadas pelo jornal O Dia, na cidade de Silva Jardim também foram proibidas de serem veiculadas por apresentarem indícios de fraudes.







Fonte: O Dia

Rafael Diniz:“Falta de eficiência gerou o caos”

(Foto: Divulgação)
O candidato a prefeito de Campos Rafael Diniz (PPS) afirmou que vai manter programas sociais como Cartão Cidadão, Cheque Cidadão e Morar Feliz, mas que é preciso adequações na gestão. Na área da Saúde, Diniz disse que a politização é um dos principais problemas do atual governo e que ele pretende descentralizar os serviços com a informatização das marcações de consultas, valorização da atenção básica e criação de coordenadorias, além da regionalização do atendimento para desafogar os grandes hospitais. Rafael ressaltou que irá fazer uma auditoria completa nas contas da Prefeitura, caso seja eleito, e que vai implantar ensino em tempo integral na rede municipal. O candidato lembrou dos R$ 47 milhões gastos pela atual gestão na compra de material didático quando havia livros disponibilizados gratuitamente pelo MEC e reafirmou que tem compromisso com a transparência nas obras e contratos.


Despolitização dos cargos nas unidades de saúde
Minha luta contra a politização dessas nomeações começou na Câmara de Vereadores. Encaminhei proposta para que os diretores de postos de saúde sejam técnicos. Um dos grandes problemas da Saúde de Campos é exatamente essa politização. Não concebo e não defendo indicações políticas para a direção das nossas unidades da saúde. Iremos descentralizar a gestão da saúde no município, implantando cinco coordenadorias de Saúde, que irão trabalhar de acordo com a realidade e perfil epidemiológico de cada uma dessas regiões. Outro ponto importante é regionalizar e hierarquizar as unidades, em serviços de Atenção Primária, Secundária, Terciária e Emergência.

Priorização da atenção básica
Não adianta aumentar o número de hospitais e postos quando não se tem uma política de atenção básica fortalecida. As filas irão continuar grandes. A atenção básica garante a prevenção, que permite reduzir em até cinco vezes o custo com a saúde. Em cada uma das cinco Coordenadorias de Saúde iremos implantar unidades resolutivas, que podem estar, inclusive, localizadas junto com os hospitais e postos de urgência. Penso essas unidades como mini UPAs ou Hospital Dia, que fazem cirurgias eletivas e onde o paciente permaneça por menos de um dia. Para desafogar os hospitais e garantir uma saúde que atenda a população, o prioritário é o Programa Estratégia Saúde da Família, o atendimento que visa a prevenção. E iremos garantir, ampliando para todo o município. Hoje a cobertura é de apenas 8%.

Ambulâncias
Esse contrato de aluguel de ambulâncias já foi alvo de denúncias e de investigações. São contratos milionários que não atendem a demanda. Vários postos e localidades não contam com uma ambulância. Iremos auditar todos os contratos da atual administração e esse será um dos primeiros. Enquanto a auditoria estiver sendo realizada e as ações para correção estiverem sendo implementadas, iremos garantir o atendimento através da terceirização, mas o meu objetivo é obter uma frota própria e adequada para o uso como ambulância. Vamos implementar uma gestão eficiente que irá reduzir alguns custos e contratos desnecessários que irá nos permitir adquirir a nossa frota e contratar o serviço de manutenção.

Repasse de verbas para hospitais contratualizados
É preciso deixar claro para a população que repasses feitos do Fundo Nacional para o Fundo Municipal de Saúde devem ser repassados no 5º dia útil do mês. O Fundo pode até atrasar, agora ficar meses sem repassar do Fundo Municipal para as unidades ou hospitais contratualizados não é atraso, é descompromisso com a saúde e com o trabalho desempenhado por estas instituições. Vou garantir o repasse do Fundo Municipal para essas unidades no prazo e vou buscar um diálogo com elas para implantar grupos de trabalho que fiquem responsáveis pelo processo de prestação de contas. A atual gestão deixou a nossa Saúde na UTI por diversos motivos. Um deles é a falta de compromisso com os hospitais contratualizados. Em nossa gestão, o diálogo será frequente e transparente.

Filas para marcação de consultas
Fila para consultas e exames se reduz com uma gestão eficiente, utilizando de forma racional a capacidade das unidades. Em primeiro lugar, é preciso garantir a estrutura que permita a implantação do prontuário eletrônico, o Cartão Saúde Cidadão. Além de conter o histórico do paciente, esse programa irá permitir que as equipes do Saúde da Família e as equipes dos postos de saúde possam marcar imediatamente a consulta ou exame de um paciente. Solicitada a marcação, o sistema busca a vaga junto a unidade referenciada e que esteja mais próxima do paciente e faz o agendamento, informando ao paciente a data e horário, inclusive confirmando alguns dias antes a consulta junto ao paciente. Temos os mecanismos e maneiras de custear esse processo. No caso do paciente precisar buscar imediatamente uma unidade e não esperar um longo tempo, vamos agilizar o processo pelas unidades resolutivas que já falei, as mini UPAS, que serão as unidades 24 horas para atendimento regionalizado e com a presença das especialidades básicas e garantia de equipamentos para exames.

Escolas em tempo integral
Sou totalmente a favor do horário integral e irei começar a implantação pelos Ciep’s municipalizados, pois possuem a estrutura física adequada para isso. Quero deixar claro que o horário integral não vai representar aumento da carga horária dos professores, pois esse período estará integrado ao Programa Descobrindo Talentos, que, através de núcleos de iniciação e centros de referência, irá estimular o potencial de cada aluno da rede municipal. A escola em tempo integral será para além dos muros das escolas, iremos envolver a comunidade, a cidade, no processo educacional. A implantação não será feita numa etapa apenas, mas durante etapas. E todo o planejamento da implantação será feito em conjunto, secretaria, onde irei criar um departamento para essa finalidade; coordenadorias regionais; e profissionais da educação.

Ideb
A colocação de Campos nas últimas avaliações do Ideb já mostrou que educação não é uma prioridade desse governo. Passaram agora para 48º entre 92 municípios e estão comemorando à custa da defasagem que nossas crianças e adolescentes terão futuramente. Não houve um salto e, sim, a utilização de uma estratégia onde só os alunos com bom desempenho participaram da avaliação. Nas unidades que tiveram resultados inferiores à média, iremos implementar o reforço escolar no conteúdo básico, como matemática e português, junto com os estagiários e pedagogos do nosso município. Quero implantar também uma diretoria que irá cuidar exclusivamente da avaliação do sistema educacional, que irá acompanhar cada unidade e propor, junto com os seus profissionais, ações e programas específicos para melhorar o desempenho delas. Não irei de maneira nenhuma aumentar a diferença entre as escolas.

Valorização do profissional da educação
Na Câmara de Vereadores debati e cobrei por vários momentos a implementação de leis e adoção de medidas fundamentais para os profissionais da educação. A transparência nos recursos do Fundeb, a garantia de 1/3 da carga horária para planejamento educacional e a eleição direta para diretores de escolas são algumas pautas que cobrei. Estou deixando público, mais uma vez, o meu compromisso com estas três pautas da categoria, assim como a discussão em torno do Plano de Cargos e Salários e a formação continuada desses profissionais pelo Centro de Referência da Educação Pública. A descentralização da gestão, através das coordenadorias da educação, também irá trazer benefícios, como a lotação em uma região específica e o acesso mais rápido à serviços ligados as questões de recursos humanos.

Melhoria de escolas e creches
Quando começamos a elaborar nosso programa de governo, pensamos o trabalho para um período de quatro anos, mas expomos nele a garantia da infraestrutura mínima para iniciar o ano letivo de 2017 com escolas limpas, segurança, espaço para alimentação e higiene, assim como materiais necessários para as atividades nas escolas. O meu objetivo é implementar em toda rede a mesma infraestrutura, como laboratórios de artes, ciências, informática, refeitório, quadras, bibliotecas e salas de leitura. Eliminando contratos desnecessários teremos os recursos que irão permitir essas ações. Mais uma vez temos que lembrar que esse governo gastou R$ 47 milhões com um material escolar de um grupo privado quando poderia utilizar o material enviado pelo Mec, que é escolhido pelos professores. Nenhum professor da rede municipal escolheu os livros da Expoente, a escolha veio do gabinete da Prefeita. Recursos que garantiriam uma infraestrutura muito melhor para as nossas escolas.

Programa Campos Cidadão
Irei manter à passagem a R$ 1,00. O transporte tem um custo e gera um impacto muito forte nas contas de uma família. Irei dar continuidade a esse programa para toda a população. Vou instituir a planilha eletrônica no sistema, onde todos que desejarem terão acesso aos valores repassados às empresas e números de passageiros. Não podemos aceitar que uma empresa receba e outra não, todas receberão, desde que estejam regularizadas. Uma empresa que não recebe traz prejuízos aos seus trabalhadores, que precisam sustentar suas famílias. Lá atrás, quando a passagem foi aprovada, o saudoso vereador Renato Barbosa solicitou que todo o processo fosse transparente, com o envio ao Legislativo de um relatório mensal. Mas esse governo prometeu e não cumpriu.

Transporte alternativo
O transporte coletivo por ônibus não atende a demanda de passageiros em nosso município. Não temos também um grande transporte de massa, como metrô ou trem. Diversos bairros e distritos são mal atendidos e o transporte alternativo pode contribuir no atendimento a essa demanda. Estou propondo que esse transporte funcione como complementar aos ônibus. Vou implementar medidas que garantam segurança para os passageiros, como número máximo de passageiros, seguro em caso de acidentes e veículos vistoriados. A gratuidade, a maioria dos veículos já pratica, mas irei formalizar. Todo aquele motorista que estiver legalizado, com veículo vistoriado e cumprindo as exigências, irá ter a garantia de trabalhar.

Obras inacabadas
A falta de eficiência e de planejamento desse governo gerou o caos no nosso município. Diversas obras paralisadas e que agora voltam na véspera das eleições. E não adianta dizer que não tem caráter eleitoreiro porque tem. Creches, UBS, Cras que possuíam recursos federais, que foram totalmente repassados e estavam com as obras paralisadas e agora, no segundo semestre, voltam. Isso não é eleitoreiro? Com a revisão que irei fazer nos contratos da Prefeitura e com a redução no número de cargos comissionados, teremos mais recursos para finalizar obras como a do Hospital São José e Mercado Municipal. Irei analisar também o custo dessas obras para identificar quanto e até onde foram concluídas as etapas das obras e o valor repassado. Será preciso também rever os projetos dessas obras para incluir as diretrizes do nosso programa, mas a conclusão são as primeiras prioridades do meu governo, assim como as UBS, creches e escolas.

Plano de Mobilidade Urbana
Antes é preciso debater e elaborar um plano porque até hoje isso não foi feito. Algumas audiências foram realizadas na Câmara, mas não houve o trabalho e o debate em torno de um Plano de Mobilidade. Campos está aumentando a sua população num ritmo acelerado e isso acarreta no aumento da demanda por serviços e circulação. Como não existiu planejamento nesses últimos governos, as demandas se intensificaram, gerando inúmeros problemas. Já apresentei, como uma das minhas primeiras propostas, a elaboração do Plano Municipal de Mobilidade para construirmos, com um amplo debate, as diretrizes e ações para permitir melhorias no trânsito, circulação da nossa população e das mercadorias.

Cheque Cidadão
Em primeiro lugar, volto a afirmar que irei manter o Cheque Cidadão, mas precisamos melhorar a gestão, adotando novas contrapartidas e garantindo fiscalização e transparência. Irei determinar o cruzamento de dados para analisar se há acúmulo de benefícios com o Bolsa Família, por exemplo, e se mais de uma pessoa na mesma família esteja recebendo. Toda família que estiver em risco social, dentro dos critérios de renda por membro da família, irá ter acesso ao programa. Apresentei no meu programa a realização do Censo Social, que irá identificar a realidade social do município e as condições das famílias cadastradas.

Morar Feliz
A falta de planejamento, transparência e zelo com os recursos públicos, marca dessa administração, não permitiu que eles entregassem as 10 mil casas. Esse programa habitacional é muito importante, mas possui diversos equívocos, como, por exemplo, levar para longe dos seus vínculos já estabelecidos uma família, não ter sido instalada uma creche, uma UBS, uma quadra de esportes ou centro comunitário. Até transporte coletivo eles privaram dessas famílias. Vou rever esse contrato, identificar quanto custou cada moradia e se o valor repassado condiz com o número de moradias entregues. Em todos os conjuntos habitacionais irei implantar esses equipamentos sociais que citei, assim como linhas de ônibus. Iremos realizar um estudo de déficit habitacional para podermos destinar recursos e elaborar os projetos para a construção de novas moradias.








Fonte: Folha da Manhã

Juiz nega liminar para suspender pesquisa Ibope em SJB

(Foto: Ralph Braz | Pense Diferente)
O juiz Leonardo Cajueiro d’Azevedo, da 37ª Zona Eleitoral, negou o pedido de liminar da coligação “Unidos por São João da Barra” para impugnar a pesquisa de intenções de votos do instituto Ibope registrada no município. Candidato à reeleição da coligação, o prefeito Neco (PMDB) denunciou em seu perfil nas redes sociais e também à justiça Eleitoral que a pesquisa teria “indícios de fraude que nitidamente tentam favorecer a candidata do Partido Progressista – PP”. Ainda de acordo com o prefeito, a sondagem era conduzida por “pessoa que é braço direito da minha adversária”. O juiz, no entanto, não entendeu desta forma:

“As provas trazidas pela impugnante (a coligação) não são capazes de comprovar, em análise sumária e imediata, que houve manipulação de dados que caracterizem fraude na execução da pesquisa, apesar de sugerir a ocorrência de erros não amostrais que são passíveis de serem detectados pelos sistemas de controle e verificação do trabalho de campo. Acerca da existência de fraude ou erro não amostral melhor dirá a instrução”.

A pesquisa Ibope pode ser divulgada pela contratante, uma vez que o juiz negou o pedido de liminar. A ação denunciada pelo prefeito, no entanto, continua em andamento. Neco pede, se comprovada a fraude, que seja cassado o registro de sua adversária, Carla Machado (PP).

A denúncia de Neco aconteceu após a divulgação da pesquisa Pro4  que apontou Carla com 79,2% dos votos válidos, ante 20,8% dele. A sondagem foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob a inscrição RJ-09108/2016. Neco aventou fraude nas pesquisas tanto do Pro4, quanto do Ibope, encomendada pelo jornal macaense Diário da Costa do Sol, prevista para divulgação a partir deste sábado (24). Os institutos de pesquisa rebateram as argumentações do prefeito, afirmando que existe um controle para evitar a contaminação da pesquisa.










Fonte; Blog do Arnaldo Neto

Cheque Cidadão: Garotinho pede “CADEIA de orações”

(Foto: Ralph Braz | Pense Diferente)
Após as prisões da secretaria de Desenvolvimento Social e da coordenadora do Cheque Cidadão, na manhã desta sexta-feira (23) (aqui), o secretário de Governo Anthony Garotinho (PR) e a prefeita Rosinha Garotinho (PR) usaram a rádio Diário FM para comentar sobre o tema. “Peço uma cadeia de orações. Vamos orar pela Ana Alice e pela Gisele. Tudo isso foi uma grande covardia. Peço aos padres, pastores que orem. Encaminhem um louvor a Deus contra essa injustiça”.

O casal Garotinho também disparou contra o juiz. “Um juiz que nem é deste caso. Ele diz que o cheque cidadão não pode continuar durante a eleição. Mas calma aí. É cheque cidadão ou cheque eleição?”.

Neste momento, na estratégia da vitimização, Garotinho coloca ouvintes no ar. Todos defendem o governo Rosinha e protestam contra a decisão. Uma ouvinte chegou a dizer que “o candidato da prefeita vai ganhar e manter tudo”.

Para tentar se defender de uma acusação, Garotinho pode acabar gerando novas ações. Em 2010 a prefeita foi afastada durante seis meses por conta do uso indevido dos meios de comunicação na eleição de 2008.






Fonte: Folha da Manhã

Sawanna é transferida para o Hospital Ferreira Machado

(Foto: Divulgação)
Em sua página em uma rede social, a prefeita Rosinha Garotinho informou que a menina Sawanna Araújo, que trava uma batalha pela vida e contra a leucemia, foi transferida para a UTI do Hospital Ferreira Machado (HFM) na manhã desta sexta-feira (23).






Fonte: Campos24horas