sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Mercado Municipal: Pastelaria da Dora, tradição familiar a mais de três décadas

(Fotos: Ralph Braz | Pense Diferente)
Boas tradições fortalecem o senso de pertencer a uma família, enriquecem a vida e aquecem o coração . Algumas são mantidas por longas datas e podem ser consideradas preciosas, essas são as bases e o alicerce da Pastelaria da Dora, que há mais de três décadas e funciona no mesmo local é passada de geração para geração no Mercado Municipal de Campos, sendo um motivo de orgulho pela sua tradição.


Perguntada a respeito se a rotina na pastelaria era cansativo, Dora respondeu o seguinte: “É claro que é cansativo, mas temos uma boa equipe de trabalho, vários funcionários bastante dedicados", disse Dora emocionada a respeito da família que é a sua equipe na pastelaria.


Além de ter uma variedade grande de salgados, o carro-chefe na Pastelaria da Dora são os pasteis de carne e de queijo, com o tradicional caldo de cana. Cerca de 200 pasteis são vendidos por dia. Já os outros salgados numa média de 350 a 400 unidades.

Um aspecto que chama a atenção na Pastelaria da Dora é o extenso balcão, que ocupa quase todo o espaço. Na verdade, ele circunda toda a área de atendimento, abrigando, na parte interna, pias, salgadeira, moenda de cana-de- açúcar . E sempre foi assim, desde que a lanchonete foi inaugurada.


“Mantivemos a mesma estrutura do balcão, pois ele é um símbolo da Pastelaria. É através dele que conhecemos um pouco mais nossos clientes, conversamos mais de perto. A relação entre cliente e balcão aqui é tão íntima que sabemos qual espaço alguns deles ocupam toda vez que vêm até aqui, na maioria das vezes todos os dias”, destacou Dora.

Geralmente esses clientes passam horas conversando conosco aqui no balcão, comendo ou bebendo alguma coisa. Isso nos distrai e acaba distraindo eles também”, contou o casal.



EDUCANDO OS FILHOS
Do fruto do casamento de Dora com Lenilson,  tiveram dois filhos, o Luciano e o Leandro.

Outro orgulho de Dora e ter visto seus filhos terem se formado em Bacharel de  Direito, pela Universidade Cândido Mendes, isso com o suor do trabalho na Pastelaria.

Essas entram na questão do caráter e da honra, incluem o ensinamento de valores como por exemplo: honestidade, integridade, esforço, trabalho árduo, persistência, etc.


Um dos motivos do orgulho dela e por ver seus filhos te dado continuidade a tradição da família e tornaram-se também comerciantes no Mercado Municipal. Dora também falou do orgulho dos cinco netos, onde ela espera que sigam também a tradição da família.

Em alguns casos, herdamos tradições não só dos nossos pais, como também da cultura em que vivemos. E é importante ressaltar que nem toda tradição que chega até nós precisa ser levada adiante, pois nem todas são boas! As que foram citadas nos exemplos acima promovem harmonia, sucesso e união familiar.


APOSENTADORIA
Perguntada pelo Blog Pense Diferente, a respeito da chegada dos netos se ela e o marido Lenilson pensavam em se aposentar , ela afirmou que não, e que pretende continuar trabalhando. - finalizou Dora.






Fonte: Blog Pense Diferente