CIRCUITO JUNINO

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Saúde no escuro ao fim do governo Neco

(Foto: Ralph Braz | Pense Diferente)
O apagar das luzes é do governo Neco (PMDB) — que na tentativa de reeleição teve apenas 27% dos votos no último pleito —, mas quem também está no escuro é a Saúde de São João da Barra. Nessa quinta-feira, o Centro de Emergência ficou sem energia por alguns momentos e não teria nenhum gerador para atender à unidade. À noite, segundo informações passadas por telefone, o atendimento já havia sido normalizado. Não foi informado, porém, por quanto tempo o local ficou no escuro.

Na manhã dessa quinta, pacientes que chegavam ao Centro de Emergência estariam sendo encaminhados para outras unidades de atendimento do município, como o Posto de Urgência de Grussaí, terceiro distrito do município.

Como o setor administrativo da Prefeitura só funciona de 9h às 14h, a equipe de reportagem não conseguiu saber da assessoria de imprensa o que pode ter acontecido no Centro de Emergência e se não há geradores em funcionamento no local.

Não é a primeira vez que quem depende do atendimento no Centro de Emergência Dr. Pedro Otávio Enes Barreto passa por momentos difíceis. No mês passado, a porta da unidade chegou a ser lacrada e um comunicado foi afixado orientando que o atendimento estava sendo feito somente na “emergência vermelha”. “Por falta de colaboradores, favor procurar o PU de Barcelos ou Grussaí”, informava o cartaz. O motivo para a paralisação seria a falta de pagamento da Prefeitura à Organização Social de Saúde, responsável pelo atendimento.

Saúde na UTI — A área da Saúde tem sofrido duros golpes nos últimos meses em SJB. A Santa Casa de Misericórdia, único hospital da cidade, parou de funcionar no mês passado devido à falta de repasse do convênio da Prefeitura com a centenária instituição. Segundo o provedor da Santa Casa, Diogo Novas Berto, o município deve mais de R$ 4 milhões ao hospital.












Fonte: Blog do Arnaldo Neto