CIRCUITO JUNINO

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

“Equipamentos do Centro de Emergência estão contaminados”, diz vereadora Sônia

(Foto: Ralph Braz | Pense Diferente)
Uma moção de pesar em pauta gerou discussão e duras críticas aos serviços e ao atual secretário de Saúde Klaus Lisboa, na primeira sessão da Câmara de São João da Barra após o recesso legislativo, na manhã de ontem, terça-feira, 02.

A vereadora Sônia afirmou que equipamentos do Centro de Emergência estariam “contaminados” e teriam “infectado” muitos pacientes. Além disso, a vereadora relatou que faltariam recursos para atender pacientes no Centro de Emergência, como seria o caso do senhor falecido que gerou a moção de pesar.

O vereador Ronaldo aproveitou para criticar o secretário de Saúde, a quem chegou a chamar de “incompetente” e “cínico”.

Segundo a vereadora, essa informação foi por conta de uma paciente, moradora de Atafona, que veio a óbito na Santa Casa de Campos após ser transferida do Centro de Emergência de São João da Barra.

A equipe de reportagem do Parahybano tentou contato com o secretário que essa informação formal não chegou a secretaria.

– É uma acusação grave. Mesmo que o diagnóstico carateriza uma infecção bacteriana, não pode-se afirmar que foi contraída na unidade -, disse o secretário.

Klaus aproveitou, ainda, para informar que existem profissionais capacitados no Centro de Emergência que tem responsabilidade com o seu ato profissional.

– Ninguém vai usar material contaminado em pacientes. Existe uma central interna de esterilização com profissionais específicos. Cabe ao acusador, o ônus da prova -, afirmou.

Com relação a crítica do vereador Ronaldo, o secretário disse que buscou o vereador na manhã desta quarta-feira, 03, pessoalmente, com objetivo de retratação quanto ao que foi dito na Câmara.







Fonte: Ascom | Parahybano